Marketing 3.0

Inbound Marketing – O Grande valor para as empresas

Link Postado em Atualizado em

Pela primeira vez no Brasil, uma empresa, a HubSpot, conduziu uma pesquisa sobre o estado de Inbound Marketing. Sendo assim, poderemos entender um pouco melhor em como as empresas brasileiras adotam esse “novo” conceito, porém muito importante.

Estados onde foram feitas as pesquisas
Estados onde foram feitas as pesquisas

Características das empresas pesquisas

Principais Conclusões dessa pesquisa:

  1. Custo por lead.  Obter leads utilizando Inbound Marketing é 47% mais barato. Isso é fácil explicado pela qualificação de lead, quando utilizamos técnicas de SEO, Blog, SEM e redes sociais.
  2. A prioridade # 1 dos profissionais de marketing é aumentar o número de contatos e leads. Sendo assim, as empresas procuram melhorar sua visibilidade para obter mais oportunidades de fazer seus negócios.
  3. A segunda prioridade é melhorar a conversão de leads em clientes. O que está totalmente relacionado com item 2. Melhorando a visibilidade consequentemente podemos melhorar a conversão.
  4. O mito de que o Brasil não utiliza Inbound Marketing não é necessariamente verdade. Esse pra mim ainda é novidade. Vim do mercado de tecnologia, Online, e pude ver por experiência que o Inbound Marketing é muito pouco usado, principalmente se analisado pela equipe de vendas, ainda percebo que não temos a fusão das equipes; a equipe de marketing e vendas não convergiram totalmente para criar valores aos seus clientes. Porém segundo a pesquisa, 58% das empresas estão usando algum elemento de Inbound Marketing, mas não a metodologia completa. O que já me deixa muito feliz :). ” Na maioria das empresas que afirmam praticar Inbound Marketing, a dedicação é exclusivamente para blogs e redes sociais. Ferramentas como webinars ou apresentações online e automação são pouco utilizadas, o mesmo acontece com a utilização de vídeos que são tão populares no Brasil. Também notamos que somente 12% das empresas estão utilizando uma ferramenta que permite automação de marketing, em comparação com 36% na América do Norte. “
  5. inbound 3“O PPC está aumentando seu valor consideravelmente, e as empresas perceberam e estão procurando maneiras mais permanentes de obter leads.” Já sabemos que o custo por clique é relacionado ao nível de concorrência, então a medida que as empresas se interessam mais pelo Marketing Digital, os preços devem continuar a subir, talvez seja a hora das empresas explorar outros tipos de tráfego.
  6. As empresas que geram leads com Inbound demonstram ROI maior.No total, 34% não calcularam o ROI no ano passado e 41% calcularam. “Podemos ver que, para as empresas que tiveram como sua principal fonte de leads práticas Inbound como SEO e conteúdo, 38% atingiram um ROI maior do que o do ano passado. Enquanto isso, entre as empresas que utilizaram métodos Outbound como mídia paga, somente 24% conseguiram um ROI maior do que no ano anterior. Em resumo, empresas que utilizam Inbound para gerar leads possuem uma probabilidade de ROI positiva, chegando a ser 60% maior do que aquelas que usam Outbound.” Esse tópico já bem conhecido nosso, é óbvio que uma estratégia de Inbound Marketing bem definida; utilização de SEO teremos um ROI positivo, acredito que o maior das empresas é em como mensurar esse ROI. Acredito que o ROI não deveria ser apenas mensurado na Taxa de Conversão, mas sim nas impressões também, afinal todas as empresas que praticam Inbound Marketing também procuram seu retorno em Branding, visibilidade.

Inbound4 Esse gráfico, que também está na pesquisa do Hubspot explica bem as funções e maneiras de utilizar o inbound marketing. Por fim, podemos enxergar um cenário positivo para o crescimento do Inboud Marketing, porém eu ainda volto a falar, não podemos pensar únicos e exclusivamente como departamento de marketing, temos que convergir com os demais setores da empresa, principalmente o de vendas. Não podemos querer apenas vender a qualquer custo, temos que criar valores para nossos clientes e o Inbound Marketing é apenas mais uma ferramenta para fazermos isso com mais eficácia. A pesquisa completa está disponível para download gratuito no link abaixo, vale muito a pena ler. http://cdn2.hubspot.net/hubfs/53/00-OFFERS-HIDDEN/Brazil_Estado_de_inbound_marketing_no_Brasil_2015_v3.pdf?t=1432760896424&__hstc=20629287.538a8f3366ab3b4dafe686526b566e20.1432054232690.1432054232690.1432761049544.2&__hssc=20629287.2.1432761049544&__hsfp=2769927999 Fonte: Hubspot

Anúncios

Entendendo os Clientes – Marketing 3.0

Postado em Atualizado em

Em um dos processos que estou participando me solicitaram um texto, uma resenha sobre uma assunto, que eu particularmente me interesso muito: Interesses; sociais, culturais, dos meus clientes. A venda fora top down, o encantamento e principalmente a sinergia de ideias, e empresas.Resolvi compartilhar com vocês aqui no https://anitaplaneja.wordpress.com/2015/05/18/entendendo-os-clientes-marketing-3-0/ minhas ideias sobre o tema.

“Não compre o que eu vendo, acredite no que eu acredito!”

marketing de hoje deve ser entendido como uma forma de entender o cliente e satisfazer as suas necessidades e desejos. É o processo pelo qual as empresas criam valor para os clientes e constroem fortes relacionamentos com eles para capturar o seu valor de volta. (KOTLER & ARMSTRONG, 2007: 4)

O marketing hoje, compreende a basicamente todas as áreas de uma empresa, pois é através dele que conseguimos traduzir os anseios, os objetivos, a representação daquela marca para as pessoas e para o mercado.

Visto isso, equipes estratégicas, como a de Vendas, precisam estar altamente alinhada às estratégias de marketing, devido à complexidade que envolve a comercialização de um produto ou marca. Hoje, é cada vez mais necessário que empresas vendam mais do que produtos ou satisfação de uma necessidade imediata. Elas precisam conhecer seus clientes para compartilhar com eles um ideal, com objetivo de satisfazer necessidades também sociais e psicológicas.

Sendo assim, conhecer o mercado em que uma empresa está inserida, bem como seus concorrentes, nos permite ter uma noção de como devemos nos posicionar e, principalmente, como podemos entender nossos clientes.

Estratégias de Branding, criando marcas que despertem o interesse dos consumidores e realizando o Inbound Marketing, permite maior assertividade nas vendas e, por sua vez, melhores resultados.

Um Marketing bem feito inviabiliza a necessidade de “vendedores”, porém não dispensa uma equipe de vendas, consultores que se interessem em saber mais do seu produto e marca, e consequentemente do seu cliente. Enquanto O Marketing Colaborativo e o Marketing Cultural vão definir qual conteúdo será oferecido ao mercado, o Marketing Espiritual mostrará o caminho de como oferecer ao mercado esse conteúdo. Logo, cabe a essa equipe entender esses conceitos, e primordialmente, saber como despertá-los em seus consumidores.

Portanto trabalhar o marketing e vendas como equipes distintas é um erro, uma vez que estratégias de trade marketing, alinhadas ao Branding e ao marketing 3.0, permitem a fusão de valores. Valores da empresa para seus clientes, valores sociais. É acreditar que o produto não é apenas útil, mas que irá satisfazer suas necessidades emocionais, de uma forma sustentável.

Por Anita Engel Naves baseado no texto de Flavio Tavares
https://www.linkedin.com/pulse/n%C3%A3o-compre-o-que-eu-vendo-acredite-acredito-flavio-tavares?trk=prof-post